Eu não partilho fotos dos meus filhos nas redes sociais e vocês também não deveriam!

Bebé com logotipo do facebook na bochecha

Não partilhar fotos dos seus filhos nas redes sociais.

Esta seria a unica regra que deveria cumprir. Simplesmente, não partilhar qualquer imagem dos seus filhos nas redes sociais. Existem muitas razões para não o fazermos mas, vou enumerar apenas 2 que deverão ser suficientes para o justificar:

  • Segurança dos nossos filhos. A internet não é uma dimensão alternativa onde todos são boas pessoas. A internet é utilizada por redes de pedofilia, roubo de identidade ou rapto. Quando menos informação for partilhada menor a sua capacidade de cometer crimes.
  • Direito a ter a sua imagem salvaguardada. O que é publicado na internet  dificilmente desaparece e a criança quando cresce deve ter o direito de não ter a sua vida toda publicada. Muitas vezes as crianças são alvo de bullying resultado de fotografias ou comentários que os pais partilharam. Mesmo os adultos envolvem-se nesta forma de bullying digital. Há grupos de Facebook que se divertem  com as partilhas de outros pais.

[sc name=”ad_central_1″]

Infelizmente, sofremos todos do Síndroma das Redes Sociais. Cada vez que temos uma novidade, um novo pensamento,fotografia ou dúvida (existencial ou não), lá vamos nós a correr até à nossa rede social preferida!

Eu sei que temos orgulho dos nossos filhos, das suas conquistas, da sua inteligência, da sua graça, mas o não partilharmos no facebook  não nos torna menos orgulhosos.

Dito isto, e sabendo que vão continuar a partilhar fotografias dos vossos filhos nas redes sociais, deixo a sugestão de algumas imagens que não deverá partilhar:

Informação pessoal

Esta parece bastante óbvia mas há quem não a siga. Não partilhe datas e locais de nascimento, telefones ou moradas. Não publique fotografias que identifiquem a escola, a casa ou locais que normalmente frequenta.

Imagens de grupo

Não pode tomar a decisão, pelos outros pais, de publicar a fotografia dos seus filhos nas redes sociais. Certifique-se que tem autorização para publicar qualquer foto do seu filho a brincar com outras crianças.

[sc name=”ad_central_1″]

 

Hora do banho

Não partilhe fotografias onde o seu filho apareça totalmente ou parcialmente nu. O que você pode pensar que é um momento querido pode ser aproveitado por redes de pornografia infantil. De acordo com a Comissão Australiana de Segurança das Crianças na Web, mais de metade das fotos encontradas em sites de pedofilia foram retiradas das redes sociais dos pais.

O mesmo se aplica a fotografias do seu filho no bacio ou noutra situação embaraçosa. Qual acha que será a reação do seu filho quando chegar a adolescente e vir, numa qualquer rede social, uma imagem dele a fazer cocó.

Quando estão doentes

É nosso dever, como pais, proteger os nossos filhos, ainda mais quando estão numa situação mais vulnerável.  Você gostaria que toda a gente soubesse quando está doente? Possivelmente, não. Esta é uma pergunta que poderá fazer quando pensar partilhar alguma coisa dos seus filhos: eu gostaria de ser visto nesta situação?

Envergonhar como castigo

Há pais que colocam nas redes sociais fotografias dos seus filhos a fazer alguma asneira ou videos do castigo que lhe foi dado, apenas com o objectivo de os envergonhar. O que muitos consideram “castigo criativo” é na realidade uma prática que pode ter consequências graves nas crianças. Numa primeira fase viola a confiança que deve existir entre pais e filhos. Numa fase posterior, poderá mesmo causar stress pós-traumático, depressão e ansiedade.

 

Fontes:

“Sharenting: Children’s Privacy in the Age of Social Media”, Stacey B. Steinberg

“Don’t Share Photos of Your Kids on Facebook”, Ioana Rijnetuh, Heimedal Security

“Why You Shouldn’t Post These 8 Photos of Your Kids on Social Media”, Melissa Willets

“The True Effects of Parents Shaming Their Kids Online”, Melissa Willets

Siga-nos no Facebook